da Terra e do Território no Império Português

Início » Chardós » Chardós

Chardós

Ainda que se creia habitualmente que o termo chardó corresponde a uma tradução cristã do varṇa dos kṣatriya (categoria sociológica que é na literatura clássica indiana associada à soberania, à guerra e à terratenência), diversos materiais sugerem que o título acomodou linhagens de proveniências estatutárias muito distintas, resultando assim o processo de conversão na formação de uma nova casta. Os chardós ocupavam uma posição privilegiada na economia política e fundiária de Goa, controlando cerca de metade dos gāuṇkārī das Velhas Conquistas. Dominavam amplamente as estruturas “comunitárias” da fértil província de Salsete, sub-região onde também se impunham como principais terratenentes privados (baṭkār) locais. A sua posição no mercado regional de quotizadores dos gāuṇkārī era, no entanto, proporcionalmente modesta, ainda que alguns dos mais destacados defensores dos direitos khuṇṭkār tivessem origem neste grupo. [A: Manuel João Magalhães, 2013]

Bibliografia: Pereira 1920; Pereira 1981; Saldanha 1909.

doi:10.15847/cehc.edittip.2013v035

Anúncios